terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Beber da fonte

Não demore muito
O mundo não dá mole
De gole profundo
Divino tinto, demole tudo
Escorre o culto, ode
Decanto, pairo
Doce é o rio de Ubuntu